O Internato

O Internato
Masculino e Feminino


Desde a sua fundação que o Colégio dedica uma especial atenção ao internato. É uma forma de responder aos anseios de muitos encarregados de educação que, vivendo longe dos grandes centros, têm dificuldades em poder dar a melhor formação académica e o melhor acompanhamento aos seus filhos. No Colégio, encontram não só essa formação académica, mas também um acompanhamento humano e cristão que deixa os pais bastante tranquilos, mas não distantes da educação dos filhos.



A partir do ano letivo 2017/2018, o Colégio decidiu alargar a sua oferta educativa do serviço de Internato a jovens alunas.

Após o período de aulas, os/as alunos(as) são acompanhados(as) por colaboradores docentes e não docentes. Nos momentos de estudo são acompanhados pelos colaboradores do internato e, sempre que necessário, é disponibilizado apoio pedagógico e psicológico. Nos momentos desportivos são acompanhados pelos respetivos monitores do Grupo Desportivo. Todos os alunos e alunas, em regime de Internato, podem usufruir de uma atividade de Enriquecimento Curricular, seja de âmbito desportivo ou musical, sem qualquer encargo extra para os Encarregados de Educação.

Com o evoluir dos tempos, a aposta do Colégio deixou de ser as camaratas. Há já alguns anos que todos os alunos internos são alojados em quartos individuais: os do ensino básico no 5º andar, os do ensino secundário no 4º andar e as alunas num edifício contíguo a estes, com acesso independente e também em quartos individuais, mas com casa de banho privativa.

O horário dos alunos internos é constituído por tempos para tudo: existem tempos fortes de estudo - esta é a grande tarefa dos alunos -, mas também existem tempos de convívio e de desporto.

Todo(a)s o(a)s aluno(a)s interno(a)s realizam o seu estudo no quarto, podendo, sempre que se justificar, trabalhar em conjunto ou realizar os trabalhos com recurso a computadores, recorrendo, para isso, a uma das salas de informática, devidamente acompanhados. O horário de estudo individual ronda as três horas por dia.

Os momentos de lazer e recreio são passados em saudável convívio entre todos. Uns jogam, outros conversam e outros, ainda, convivem no bar. Existindo, também, duas salas de convívio: uma para os rapazes e outra para as raparigas.

Embora não seja fácil ser interno, a verdade é que todos os que por cá passam guardam boas recordações, mas, fundamentalmente, reconhecem a importância da organização do estudo que lhes permite, em termos de ensino superior ou de mercado de trabalho, levar por diante uma vida responsável e bem estruturada.